Companheiro

SOBRE OS LIVROS

Depois da recente obra, FLORAIS DE BACH NO RESGATE DA AUTOESTIMA, mais um livro foi editado, NUMEROLOGIA CÁRMICA NO 3º MILÊNIO. Ambos estão à venda na loja virtual da Editora PerSe 2.0. Veja as sinopses nos banners ao lado...

Anny Luz

Este blog é neutro em carbono.

sábado, 31 de março de 2012

- RECICLAGEM CÓSMICA

O texto abaixo, são trechos tirados de uma mensagem canalizada, do livro, Contatos Interestelares, de Eustáquio Andréa Patounas.

Gostaríamos de trazer até vocês algumas informações que podem esclarecer o significado do que quer dizer reciclagem no nível cósmico.
Reciclagem, para falarmos francamente, é o que a vida realmente é. Tudo na vida é reciclado, seja no plano material, espiritual ou astral. Reciclagem é, sempre foi e sempre será, a maneira pela qual a evolução ocorre e reocorre O prefixo “re” quer dizer simplesmente fazer algo novamente. A própria vida, em todos os reinos, todas as existências, flui pela lei cósmica da reciclagem ou reutilização da matéria/energia/luz/pensamento e outras vibrações.
Nada no cosmos é desperdiçado ou usado apenas uma vez, mas é redefinido ou reprocessado de alguma maneira.
O próprio conceito de nascimento e morte é, claramente um processo de reciclagem, no qual, o mesmo ser é reintegrado várias vezes seguidas a experiências de vida na matéria, até que isso deixe de ser necessário. Esse conceito, sob circunstâncias diferentes, é o mesmo em todo o cosmos e é criado pelos processos de pensamentos da forma de vida em questão. Para aqueles que nascem no plano da Terra, o processo de reciclagem é mais vagaroso, para criar a adaptação necessária ao ambiente no qual aquela forma de vida em especial terá que viver e respirar.
As células que compõem a estrutura do ser humano estão se auto substituindo constantemente, o que também é, obviamente um tipo de reciclagem em um ciclo perpétuo e contínuo.
Quando o inconsciente do homem gradualmente para de fabricar células saudáveis, dá-se o processo conhecido como morte. A humanidade vê a morte como um final, mas esta é apenas o início de uma nova reciclagem da matéria de que o corpo é composto. É então que ocorre a transmutação de energia, que é vista pelos homens como deterioração ou decomposição. A energia é reciclada em elementos que compõem o corpo.
É importante que a humanidade compreenda a ideia da reutilização de todos os tipos de matéria e energia, para que haja uma mudança de consciência em seu próprio benefício, em benefício do planeta e para além dele.
A Terra não pode mais, em seu esforço evolutivo para tornar-se mais leve e capaz de aceitar a sua própria radiância, permitir que bilhões de toneladas de lixo, a cada ano, sejam descartadas em seu corpo. Ela não tem “tempo”, do ponto de vista do seu próprio corpo, para decompor esses refugos, sendo que alguns produtos nunca, literalmente, vão se decompor, se levarem em conta o que vocês entendem como “tempo”.
A Terra, como todo corpo vivo está tentando se liberar daquilo que a está destruindo, através de cada vez mais terremotos, maremotos, enchentes, atividades vulcânicas e mudanças climáticas. Essa é a forma que o planeta encontra de se limpar, de vomitar o que lhe faz mal.
A humanidade, ao mesmo tempo que procura crescer e evoluir individualmente precisa necessariamente cooperar com a Terra, na sua própria evolução.
Nós, das hierarquias, também chamados de zeladores do espaço, há muito que estamos mandando sinais e orientando telepaticamente as pessoas nesse sentido. Por isso já existe um número considerável de movimentos ativos de pessoas, que reconhecem e trabalham intensamente nessa área da reciclagem.
Como vocês podem ver, o conceito de reciclagem não é algo novo, mas é parte do plano divino em ação. Esses e muitos outros conceitos tem sido enviados a vocês, através da conscientização, para que sejam realizados em muitas áreas da vida nesse planeta.
Mas a humanidade ainda precisa entender em um nível muito mais profundo, na medida em se que se aproxima do seu papel de cocriador.
O reino angélico e as energias da hierarquia espiritual estão fazendo o possível para ajudar a Terra a limpar e desencavar esses refugos etéricos que se formam no corpo do planeta, pois como sabem cada corpo físico ou matéria tem a sua contrapartida etérica.
Estamos muito gratos àqueles que estão cooperando com o seu esforço, para ajudar nessa questão, pois sem a cooperação física de vocês, o que estamos fazendo no astral não seria suficiente para combater esse grande problema que afeta o todo.
Essa, então, é a nossa mensagem para a humanidade nesse momento, e falamos em nome de muitos que estão envolvidos nesse projeto.

A reciclagem é portanto, um dever ético e espiritual de cada cidadão consciente, começando pela própria casa e vida pessoal.

Compartilhe!

terça-feira, 20 de março de 2012

- A AURA HUMANA E A LEI DA ATRAÇÃO

Todos os corpos vivos emanam em torno de si partículas que os envolvem como um halo difuso. Os animais, as plantas e até as pedras, que consideramos inertes, tem moléculas vivas que emanam essas radiações.
Já no ser humano, a aura assume um outro valor. A filosofia oriental ensina que a aura humana é formada por radiações de natureza etérea, psíquica e espiritual, que partem dos diversos centros de energia dos corpos, físico, mental, emocional e espiritual, bem como dos sete pontos de força chamados chakras.
A qualidade e as cores desse halo de radiações que nos envolvem são criadas e recriadas a cada dia da nossa vida cotidiana, a partir da qualidade dos nossos pensamentos, emoções, ações e reações.
Por isso, de acordo com os sensitivos que veem a aura e a própria máquina Kirlian, que a fotografa, algumas pessoas tem auras iluminadas, de cores vibrantes e amplas, podendo chegar até vários metros de extensão, enquanto outras tem auras reduzidas, opacas, cinzentas, manchadas e até bem escuras.
Ao nos aproximarmos de alguém, a primeira coisa que entramos em contato é com sua aura. Esse encontro de auras dá origem às mais diversas sensações, antes mesmo de qualquer diálogo, tais como, simpatia ou antipatia, atração ou repulsão, bem estar ou mal estar, e assim por diante...
Com isso, podemos perceber que a aura por si só, é um imã dos mais poderosos. E é aí que entra a Lei da Atração.

Os seres invisíveis, de outros planos, que nos cercam permanentemente, não nos reconhecem pelo corpo físico e sim pela vibração da nossa aura. A pessoa pode ter acabado de sair do salão de beleza e ter tomado um "banho de loja", como se costuma dizer, mas se os sentimentos de vaidade exagerada, inveja, medos, ressentimentos e tantas outras negatividades, continuarem predominando, a aura vai continuar tão feia quanto antes, apesar do aspecto externo estar “fashion” e impecável.
 
Existem pessoas, aparentemente boas, no sentido de não fazerem mal a ninguém e até ajudarem os outros, no entanto, se dizem vítimas infelizes, desiludidas e sem sorte, pois só lhes acontecem coisas ruins. Se algum sensitivo visse as suas auras, certamente veria auras diminutas e opacas, atraindo como um ímã, tudo o que é semelhante aos próprios pensamentos e sentimentos negativos, que formaram as suas auras.
Pela Lei da Atração, espíritos de baixa vibração sempre se aproximam dessas auras afins, trazendo uma série de sentimentos e eventos negativos para essas vidas.
Já a recíproca é verdadeira. Quanto mais alegre, otimista, honesta e amorosa for uma pessoa, mais expandida e luminosa ficará a sua aura, atraindo assim, todas as bênçãos e acontecimentos felizes. Espíritos luminosos e protetores a cercam constantemente produzindo uma poderosa couraça contra a inveja e tantos outros males.
Nossa aura reflete, não somente os estados da alma, mas também as condições da nossa saúde física e moral. As doenças que afligem o homem derivam de desequilíbrios nos corpos, etérico, astral e mental, que, mais cedo ou mais tarde se manifestam no corpo físico.
Por essa razão, alguns médiuns conseguem a cura para alguns tipos de doenças, pois identificam através da aura qual foi a origem da doença. Quando a pessoa tem merecimento já pode ser curada direto na origem do mal, em outros casos, no entanto, ela ainda precisa aprender a transformar alguns sentimentos ou crenças negativas antes de alcançar a cura desejada. Por isso, por melhor que seja o médium, nem todas as pessoas são curadas nesses centros espirituais.

Mas a boa notícia é: Qualquer pessoa, no momento que desejar, pode aumentar e iluminar a sua aura significativamente, transformando completamente a sua vida.
Existem muitos recursos para isso atualmente, mas para começar, basta iniciar um treinamento de vigilância constante sobre os próprios pensamentos do dia a dia. Substitua os noticiários de terrorismo, corrupção e negatividades, por música, documentários ou filmes edificantes. Procure cercar-se e conviver mais com as belezas da natureza. Não peça nada para si próprio em suas orações, apenas reconheça a sua origem divina e procure conectar-se com a Luz do seu Eu Superior.
 
E, acima de tudo, não arranje desculpas para permanecer negativo. Seja honesto e verdadeiro, com os outros e consigo mesmo. Se necessário, procure ajuda, pois todos merecemos uma vida harmoniosa, plena de paz, alegrias e muitas bênçãos.


Compartilhe!