Companheiro

SOBRE OS LIVROS

Depois da recente obra, FLORAIS DE BACH NO RESGATE DA AUTOESTIMA, mais um livro foi editado, NUMEROLOGIA CÁRMICA NO 3º MILÊNIO. Ambos estão à venda na loja virtual da Editora PerSe 2.0. Veja as sinopses nos banners ao lado...

Anny Luz

Este blog é neutro em carbono.

domingo, 22 de janeiro de 2012

- SETE PASSSOS PARA a SUPERAÇÃO e CONTROLE do EGO

O objetivo de cada texto postado aqui, é trazer dicas e ferramentas úteis que nos ajudem na ampliação da Consciência Superior. Precisamos estar preparados para acompanhar as mudanças de vibração, que estão acontecendo no planeta e estão nos levando a uma dimensão mais elevada. Estamos no limiar de um novo tempo e, para acompanharmos essas novas energias é necessário uma vigilância constante sobre os nossos sentimentos, emoções, palavras e atos.
O Mestre Jesus nos deixou uma chave muito importante, quando disse: "Orai e Vigiai". Vigiai o quê, quem?... E óbvio que ele se referia a nós mesmos. Nenhum Mestre Iluminado nos aconselharia a sermos paranóicos e vivermos vigiando a tudo e a todos. Eles sempre nos alertaram de que o grande inimigo está dentro de nós.
O grande compromisso evolutivo de cada ser humano é aprimorar os próprios pensamentos e atitudes. Só dessa forma podemos ir sutilizando as energias densas dos medos, raivas, ressentimentos, tristeza, prepotência,etc...Esses sentimentos pertencem ao ego e não ao nosso Eu Divino.
O texto à seguir é de Wayne W. Dyer, conhecido escritor, psicoterapeuta e doutor em educação nos EUA.
 
OS SETE PASSSOS PARA a  SUPERAÇÃO e CONTROLE do EGO

1. Pare de se sentir ofendido.
O comportamento de outras pessoas não é motivo para se sentir imobilizado.
Existe a ofensa apenas quando você se enfraquece.
Se procurar por situações que o aborreça, as encontrará em cada esquina.
É o ego no controle convencendo você de que o mundo não deveria ser do jeito que é.
Mas é possível tornar-se um observador da vida e alinhar-se com o Espírito da Criação universal.
Procure erradicar, de todas as formas possíveis, os horrores do mundo que emanam da identificação maciça do ego, e esteja em paz.
O Ser está em Deus e você que é parte Dele só retorna ao lar em Sua paz.
Ficar ofendido cria o mesmo tipo de energia destrutiva que a princípio o feriu, e leva a agressão, ao contra-ataque e a guerra.
2. Abandone o querer vencer.
O ego adora nos dividir entre ganhadores e perdedores.
A busca pela vitória é a forma infalível de evitar o contato consciente com a divindade.
Por quê? Porque basicamente é impossível vencer sempre.
Algumas pessoas serão mais rápidas, mais sortudas, mais jovens, mais fortes e mais espertas que você e acabará se sentindo insignificante e sem valor diante delas.
Você não se resume as suas conquistas e vitórias.
Uma coisa é gostar de competir e se divertir num mundo onde vencer é tudo, mas não precisa ser assim em seus pensamentos.
Não há perdedores num mundo onde todos compartilham da mesma fonte de energia.
Só se pode afirmar que, em determinado dia, sua atuação esteve num certo nível comparada a outras.
Mas cada dia é diferente, com outros competidores e novas situações a serem consideradas.Você continua sendo a infinita presença num corpo que está a cada dia ou a cada década, mais velho.
Pare com essa necessidade de vencer, não aceite o conceito de que o contrário de vencer é perder.
Esse é o medo do ego.
Se seu corpo não está respondendo de forma vencedora, não importa, significa que você não está se identificando unicamente com seu ego.
Seja um observador, perceba e aprecie tudo sem a necessidade de ganhar um troféu.
Esteja em paz e alinhe-se com a energia da intenção.
De forma inusitada, as vitórias aparecerão mais em seu caminho quanto menos as desejá-las.

3. Abandone o querer estar certo.
O ego é a raiz de muitos conflitos e desavenças porque o impulsiona julgar as pessoas como erradas.
Quando a pessoa é hostil, houve uma desconexão com o poder da intenção.
O Espírito de Criação é generoso, amoroso e receptivo; e livre de raiva, ressentimento ou amargura.
Cessar a necessidade de ter razão nas discussões e nos relacionamentos é como dizer ao ego:
"Não sou seu escravo.Quero me tornar generoso.Quero rejeitar a necessidade de ter razão.Dê a oportunidade de se sentir bem dizendo a outra pessoa que ela está certa, e agradeça-a por lhe direcionar ao caminho da verdade". Ao deixar de querer ter razão, você fortalece a conexão com o poder da intenção.
Mas fique atento, pois o ego é um combatente determinado.
Tenho visto pessoas terminarem lindos relacionamentos por apego a necessidade de estarem certas.
Preste atenção à vontade controlada pelo ego.
Quando estiver no meio de uma discussão, pergunte a si mesmo; "Quero estar certo ou ser feliz?"
Ao optar por ser feliz, amoroso e predisposto espiritualmente, a conexão com a intenção se fortalecerá.
Esses momentos expandem novas conexões com o poder da intenção.
A Fonte universal começará a colaborar com você para uma vida criativa ao qual foi predestinado a viver.


4. Abandone o querer ser superior.A verdadeira nobreza não é uma questão de ser melhor que os outros.
É uma questão de ser melhor ao que você era.
Concentre-se em seu crescimento, consciente de que ninguém neste planeta é melhor que ninguém.
Todos nós emanamos da mesma força de vida criadora.
Todos temos a missão de realizar nossa pretendida essência, tudo que precisamos para cumprir nosso destino está ao nosso alcance.
Mas nada é possível quando nos sentimos superiores aos outros.
É um velho ditado e, todavia, verdadeiro: somos todos iguais aos olhos de Deus.
Abandone a necessidade de sentir-se superior, perceba a expansão de Deus em cada um.
Não julgue as pessoas pelas aparências, conquistas, posses e outros índices do ego.
Ao projetar sentimentos de superioridade retorna a você sentimentos de ressentimentos e até hostilidade.
Esses sentimentos são veículos que os levam para longe da intenção.
A distinção sempre leva a comparações.
Baseia-se na falta vista no outro, e se mantém pela procura e ostentação das falhas percebidas.
5. Deixe de querer ter mais.O mantra do ego é "mais".
Ele nunca está satisfeito.
Não importa o quanto conquistou ou conseguiu, o ego insiste que ainda não é o suficiente.
Ele põe você num estado perpétuo de busca e elimina a possibilidade de chegada.
Na realidade, você já está lá e a forma que opta para usar esse momento presente da vida é uma escolha.
Ao cessar essa necessidade por mais, as coisas que mais deseja começam a chegar até você.
Sem o apego da posse, fica mais fácil compartilhar com os outros.
Você percebe o pouco que precisa para estar satisfeito e em paz.
A Fonte universal é feliz nela mesma, expande-se e cria vida nova constantemente.
Nunca obstrui suas criações por razões egoístas.
Cria e deixa ir.
Ao cessar a necessidade do ego de ter mais, você se unifica com a Fonte.
Como um apreciador de tudo que aparece, aprende a lição poderosa de São Francisco de Assis:
"É dando que se recebe".
Ao permitir que a abundância lhe banhe, você se alinha com a Fonte e deixa essa energia fluir.

6. Abandone a idéia de você baseado em seus feitos.
É um conceito difícil quando se acredita que a pessoa é o que ela realiza.
Deus compõe todas as músicas.
Deus constrói todos os prédios.
Deus é a fonte de todas as realizações.
Posso ouvir os egos protestando em alto e bom som.
Mas, vá se afinizando com essa idéia.
Tudo emana da Fonte!
Você e a Fonte são um só! Você não é esse corpo ou os seus feitos.
Você é um observador.
Veja tudo ao seu redor e seja grato pelas habilidades acumuladas.
Todo crédito pertence ao poder da intenção, o qual lhe fez existir e do qual você é uma parte materializada.
Quanto menos atribuir a si mesmo suas realizações, mais conectado estará com as sete faces da intenção, mais livre será para realizar e muito aparecerá em seu caminho.

Foto do mural: Se eu quero, eu posso, eu consigo.
Quando nos apegamos às realizações e acreditamos que as conseguimos sozinhos abandonamos a paz e a gratidão à Fonte.

7. Deixe sua reputação de lado.
Sua reputação não está localizada em você.
Ela reside na mente dos outros.
Você não tem controle algum sobre isso.
Ao falar para 30 pessoas, terá 30 imagens.
Conectar-se com a intenção significa ouvir o coração e direcionar sua vida baseado no que a voz interior lhe diz.
Esse é o seu propósito aqui.
Ao preocupar-se demasiadamente em como está sendo visto pelos outros, mostra que seu eu está desconectado com a intenção e está sendo guiando pelas opiniões alheias.
É o seu ego no controle.
É uma ilusão que se levanta entre você e o poder da intenção.
Não há nada a fazer, a não ser que você se desconecte da fonte de poder convencido de que seu propósito é provar o quão poderoso e superior é, desperdiçando sua energia na tentativa de obter uma reputação maior entre outros egos.
Faça o que fizer, guie-se sempre pela voz interior conectada e seja grato à Fonte.
Atenha-se ao propósito, desapegue-se dos resultados e assuma a responsabilidade do que reside dentro de você: seu caráter.
Deixe os outros discutirem sobre a sua reputação, isso não interessa.
Compartilhe!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

-NEUROPEPTÍDEOS e a SÍNDROME do MENDIGO

O que são e qual a analogia entre os NEUROPEPTÍDEOS e a SÍNDROME DO MENDIGO? Vamos analisar:

Neuropeptídeos
Do livro Common Sense Health and Healing, Dr. Richard Schulze. 

Imagine como o sistema imunológico tem que se defender ante o ataque constante a que se vê acometido! Se lhe parece que as bactérias assassinas, as enfermidades gerais e as gripes malignas são perniciosas, você se surpreenderá quando souber que as pesquisas médicas e científicas concluíram que o inimigo mais temido pelo organismo NÃO são os micróbios... mas os pensamentos e as palavras de cada dia.
Quer mais? Há um nutriente de efeitos terapêuticos mais eficaz que as vitaminas, os minerais, as enzimas, os remédios naturais e as ervas medicinais: O AMOR. 
 A ciência já descobriu que quando se tem um pensamento o cérebro produz substâncias que abrem o que se poderia chamar de janela para a atuação dos sentimentos. Quando o pensamento é concluído, a janela se fecha. Por exemplo, quando vê a pessoa amada, essa sensação incrível que percorre o corpo não é outra coisa que uma substância química. Quando se excita sexualmente o seu corpo é levado a liberar outra substância química, e quando alguém tenta lhe assaltar, e vem a vontade de reagir, de ter consigo uma arma para desintegrar  o safado, esta ira que sente, esse ácido corrosivo que aparece no sistema circulatório, no estômago, essa sensação é outra substância enviada pelo cérebro. 

Essas substâncias segregadas pelo cérebro se chamam neuropeptídeos. A biologia levou anos pesquisando este campo e ainda continua. O que sabemos até agora é que quando se tem um pensamento, o cérebro produz substâncias que afetam a pessoa, e o que ela sente é produzido pela assimilação desses neuropeptídeos.
O que se descobriu foi que na membrana de cada um dos linfócitos que defendem o corpo de bactérias, vírus, fungos, parasitas, câncer e de todas as enfermidades existe um ponto concreto de carga, que recebe dos NEUROPEPTÍDEOS.

O fato inquietante é que a ciência médica fez uma descoberta transcendental na última década, que passou praticamente inadvertida:
O que importa ao sistema imunológico é aquilo que pensamos, por isso a importância dos pensamentos!
O cérebro só CRIA a doença que conhece, consciente ou inconscientemente, e nosso temor em ter uma doença é o precursor da criação dela. Somos responsáveis pelos nossos pensamentos e sentimentos mais interiores!
As palavras nos afetam mais do que armas. Uma ofensa pode nos matar, porque tudo isso deprime o nosso sistema imunológico e isso não é tudo: 
Já temos visto que o sistema imunológico fica algum tempo escutando nossos monólogos internos, raivas, mágoas, as ofensas que escutamos, o amor que nos negamos, enquanto nenhuma célula ou órgão do organismo monitora e responde com uma ação concreta a estas pragas danosas, as quais vão se acumulando no órgão que estiver mais fraco.
O sistema imunológico não só escuta, mas reage de acordo com o pensamento a este diálogo emocional. As células que defendem nosso organismo tem pontos receptores de neuropeptídeos, as substâncias que produzimos no cérebro com cada pensamento. E a resposta do nosso organismo aos germes patógenos ou ofensas, varia dependendo do quanto se fortaleça ou debilite o amor por nós mesmos, que dará força ao nosso sistema imunológico para nos defender e nos manter saudáveis.
A resposta do sistema imunológico está condicionada ao pensamento! 

Portanto, ame a si mesmo e viva positivamente! Tudo o que fazemos ou deixamos que nos façam tem consequências físicas.
Tradução e Adaptação de J.Reigada 

Analogia com a SÍNDROME DO MENDIGO-
Como podemos ver, as pesquisas científicas a cada dia, só fazem confirmar o que a mecânica quântica, para não falar na sabedoria milenar vem nos dizendo há tanto tempo!
O mais interessante é que, apesar disso, a maioria das pessoas ao tomarem conhecimento dessas comprovações, logo se justifica dizendo: Isso pode se aplicar aos outros, mas não ao meu caso em particular, que é muito mais grave, mais crônico, mais importante, não tem mais jeito, etc...Esse mal não tem nada a ver com o que eu sinto ou penso. Eu não sou responsável por isso. Nunca pensei nessa doença e ela apareceu...
Se você pensa assim, significa apenas que é humano. Essa é uma crença comum, até nas pessoas mais abertas e bem informadas sobre os avanços da nova ciência, pois crença é algo tão arraigado, que vai além do nosso entendimento racional, está no nosso dna e faz parte da nossa condição humana de terceira dimensão. 
Infelizmente, por mais que as pesquisas avancem e  as doenças e o sofrimento sejam cada vez mais desmistificados, inconscientemente, as pessoas ainda se orgulham do próprio sofrimento e se sentem muito importantes com ele. Querem continuar aproveitando os miseráveis ganhos secundários, que as doenças oferecem, tais como, não precisarem fazer determinadas tarefas que não gostam, poderem receber atenção extra ou dinheiro extra e por aí vai...
Esse é mais um tipo de apego, que podemos fazer analogia com a síndrome do mendigo. O mendigo passa anos juntando latas velhas e cacarecos de todo o tipo, e luta ferozmente com quem se aproximar daqueles objetos, que ele considera indispensáveis. Até o dia em que chega alguém e lhe diz: Você não precisa mais disso vou lhe conseguir um lugar decente para morar, mas você não pode levar nada dessa parafernália, pois terá tudo o que precisa para viver com dignidade e todo o conforto. Qual o mendigo que aceita?...Nenhum. Podem fazer o teste.
Nós somos mendigos emocionais e espirituais, apegados à pessoas, animais, objetos de todo o tipo e até às nossas próprias doenças e mazelas! 
Sempre existiram seres sábios e avançados que tem nos dito: Libertem-se! Vocês não precisam de nada disso para serem felizes. "Olhai os lírios do campo!"...
Agora a ciência está nos dizendo a mesma coisa: Libertem-se do medo, da raiva, do preconceito, do desamor, da matrix, das posses exageradas, das doenças, dos relacionamentos destrutivos, do sofrimento...
Vocês são seres de Luz, são filhos da Luz e das estrelas! Mas alguém acredita nisso? Não!
E isso não é uma crítica, até porque ainda estamos todos no mesmo nível tridimensional, mas é uma constatação importante, pois, quer as pessoas acreditem ou não, o planeta está mudando a vibração e, por mais que essas crenças negativas ainda estejam muito arraigadas estamos caminhando aceleradamente para outras dimensões onde essas coisas não existem. São apenas ilusões de 3ª dimensão.
E quanto mais pudermos tomar consciência disso e nos abrirmos para essas novas realidades energéticas, menos sofreremos com as mudanças planetária.
Isso faz parte das grandes transformações de 2012. O planeta está em trabalho de parto e cada um de nós deve estar preparado para dar à Luz à si mesmo. 

No índice ao lado veja mais textos que complementam esse assunto!
Compartilhe!


sábado, 7 de janeiro de 2012

-2012-TENDÊNCIAS ASTRO/NUMEROLÓGICAS

A palavra “previsão” sempre me causa uma certa alergia...Não que eu não acredite na influência e nos sinais do universo sobre a vida no planeta, mas sim porque é um termo, que me soa um tanto rígido e determinista demais.
Isso vai contra a minha crença no livre arbítrio, na Lei da Atração e de que as nossas escolhas podem, sem dúvida, mudar o presente e o futuro.
Mas sei também que não se pode ignorar os sinais que a vida nos dá a cada momento, cuja maioria deles está escrito nas estrelas.

Por isso, prefiro usar o termo “tendências”, que é mais flexível e nos abre possibilidades de interferir no destino, como indica a física quântica, que é a ciência das possibilidades.
Além disso, todos vão concordar que, fazer previsões para o tão anunciado ano de 2012 é no mínimo desafiador, tal a profusão de teorias divergentes e palpites disparatados, que tem surgido nos últimos anos.

Portanto, até por respeitar demais a sabedoria milenar dos nossos ancestrais, não vou entrar no mérito das previsões dos maias, nem das dezenas de previsões de profetas consagrados e povos milenares de vários pontos do planeta sobre essa data.
Limito-me a descrever o significado das configurações planetárias mais importantes, que estarão em evidência no espaço celeste, bem como os regentes, numero / astrológico, para o ano de 2012.
Depois desses dados, cada um poderá tirar as próprias conclusões e, talvez até, fazer algumas escolhas, que possam mudar o rumo de muitos acontecimentos.

NUMEROLOGIA- Ano 5.
Coletivamente, o ano de 2012 será regido pelo número 5.
O ano 5 traz consigo o vento das mudanças. É um ano que, às vezes, começa mal, mas em geral termina bem. E quanto pior o começo, melhor será o fim. Portanto, o melhor a fazer é tentar levar a vida da forma mais tranqüila possível.

Pode tratar-se de uma mudança essencial no destino da humanidade. Algo completamente novo, inesperado e repentino. Mudanças de paradigmas e de perspectivas serão notadas em todas as áreas, principalmente nos governos e em grandes corporações, nacionais e internacionais.
O número 5 tem uma energia de grande impulsividade e a tendência geral será para a impaciência, a imprudência e o agir sem pensar, causando, no mínimo, muitos tumultos e incidentes desnecessários.
As pessoas estarão desejando mudanças, principalmente as que tiverem o número 5 no seu estudo pessoal ou estiverem num ano pessoal 5. O importante, mais uma vez é se acalmar e não querer precipitar os acontecimentos.
Os outros, que não gostam de mudanças é bom estarem preparados para as transformações, começando por se conscientizar da necessidade das próprias mudanças internas.
É bom estar atento também para aproveitar as ocasiões e oportunidades que, geralmente surgem, após uma mudança de perspectivas.
Quem puder compreender este caráter mutável e inquieto do 5 e desenvolver a criatividade, elasticidade mental e o “jogo de cintura”, estará mais preparado para enfrentar as transformações e aproveitar as oportunidades que elas podem oferecer.
É indispensável manter o equilíbrio e o bom senso acima de tudo, não se deixar dominar pela impaciência e não agir impensadamente. Para os que estiverem ansiosos e agitados demais seria um bom momento para procurar ajuda, tomar florais, fazer ioga ou algo relaxante.

ASTROLOGIA-
Astrologicamente, 2012 será regido pela Lua
A Lua é o segundo corpo celeste que mais influencia a vida no planeta Terra, bem como a vida dos seres humanos.

Desde a mitologia greco/romana, e mesmo antes disso, a Lua, também conhecida como Diana ou Selene, senhora da magia, sempre foi o símbolo universal da feminilidade e da maternidade.
Nesse momento, com tantas evidências de grandes transformações no planeta, e numa visão mais positiva e otimista, não posso deixar de pensar que a regência da Lua poderia nos trazer a tão prevista e esperada volta do matriarcado, do Eterno Feminino!
De acordo com o Evangelho Segundo Maria Madalena, encontrado entre os manuscritos do Mar Morto, esta seria a redenção para o planeta Terra, através do encontro com o Santo Graal, (Energia Feminina) e o equilíbrio das energias Yin/Yang.
Por mais que sejam negados pelas igrejas, esses manuscritos existem e sua autenticidade está comprovada pela ciência desde 1948.
Em 1954, foram comprados pelos governos de Israel e da Jordânia, onde, depois de muitas disputas, começaram a ser liberados para estudo, desde 1991. Agora estão nas mãos de dezenas de renomados cientistas e pesquisadores arqueológicos, que já não conseguem mais esconder os fatos assombrosos, que as traduções estão revelando.
Portanto, é só uma questão de tempo, para que toda essa Verdade, que vai doer no bolso de muita gente, seja desvendada.
Por enquanto, está só nos filmes e documentários.(Vejam ao lado, nas Dicas de Filmes, o link para a série de documentários, “Alienígenas do Passado”)
Mas enfim, se não quisermos ir tão longe, nem ser tão otimistas podemos ao menos dizer, que, com a regência da Lua, 2012 será, sem dúvida, o ano das mulheres, que terão papéis fundamentais em todas as áreas, principalmente como executivas e governantes.
Muito embora, é preciso reconhecer que, num momento conturbado como esse, a atuação da mulher pode não ser necessariamente tão positiva como se espera.
Como a Lua rege também a coletividade e as multidões, os protestos públicos podem chegar ao seu auge em 2012. Se juntarmos a isso a impulsividade, agitação e impaciência do número 5, podemos pensar em mais revoltas populares de toda a ordem pelo planeta à fora.
A Lua rege ainda as marés e os líquidos da terra e do corpo humano. Portanto, infelizmente podemos esperar também, mais fenômenos climáticos, como maremotos, enchentes e tsunamis.
Individualmente, essas influências lunares se notarão mais fortemente para aqueles que tem o Sol, a Lua ou o Ascendente em Câncer, que é regido pela Lua. Para esses, qualquer cirurgia esse ano deve ser muito bem pensada e de preferência, adiada. Se não for possível adiar, que haja o cuidado de não ser feita durante a lua cheia, para evitar o risco de hemorragias.

Outros eventos planetários marcantes-
Como já me estendi demais sobre os regentes do ano, vou tentar resumir os outros acontecimentos celestes em 2012, apesar de serem tão importantes quanto... Simplificando:
As maiores e mais importantes configurações são as de planetas muito lentos, que já começaram há mais tempo e estamos falando nelas desde 2009, principalmente com a entrada de Plutão em Capricórnio, responsável pelo agravamento da crise econômica mundial e de muitas mudanças de paradigmas, que caminham lentamente até 2023. (Ver matéria de 2009, Sinais Astrológicos de um Novo Tempo)
Em 2012, o acontecimento mais marcante no cenário astrológico, além da própria entrada de Urano em Áries é a grande quadratura formada por ele com Plutão, em Capricórnio. Começou agora, em 2011 e permanecerá no céu até 2017. Com uma tensão desse gabarito, pode se esperar mudanças tão formidáveis quanto a citação bíblica sobre o templo de Herodes: “Não ficará pedra sobre pedra”.
Para os mais otimistas e na melhor das hipóteses, isso pode significar o desmoronamento das convenções científicas rígidas e limitadas, dos dogmas religiosos, das regras e idéias fixas, e da insistência dos governos em manterem sigilo sobre assuntos, que não tem mais como esconder.
Mas o efeito real dessa quadratura já começou e para termos uma idéia imediata dessa energia, podemos dizer que o seu início “coincidiu” com os eletrizantes acontecimentos ocorridos no Oriente Médio, com presidentes e governos sendo derrubados, em meio a muita violência, resultando em mudanças estruturais sem precedentes.
Em todo o ano de 2012, o ponto mais alto dos eventos planetários será no mês de junho, e não tanto na esperada data de 21/12/12.
Durante alguns dias do mês de Junho de 2012 ocorrerá um raro fenômeno no signo Gêmeos: Uma inédita concentração de planetas, considerados benéficos, como Júpiter, Vênus e o Sol, com a presença “non grata” do nodo lunar sul e contando ainda com a chegada da Lua, para completar o quadro desse cenário.
Como se não bastasse, nesse mesmo mês de junho a famigerada quadratura Urano/Plutão, já mencionada, chegará ao seu ápice a 8º exatos dos respectivos signos.
Com toda essa concentração planetária em Gêmeos, o significado óbvio seria, simplesmente que as comunicações estariam em alta, mas somando com a tensão do ápice da quadratura, não se pode ter a mínima idéia da extensão dessas comunicações, nem o que poderia provocar explosões tão bombásticas nas informações da mídia.*
Como otimista incorrigível, já começo a cogitar as infinitas possibilidades, arrasadoramente positivas, que são possíveis em momentos de grandes transformações como esse. Mas isso não deve ser levado em consideração pelos que preferem ser mais comedidos.
Nas nossas vidas pessoais o alvoroço não será menor, variando apenas as áreas em que os signos de Gêmeos, Áries e Capricórnio ocuparem em nossas cartas astrais.
Depois de todas essas constatações, como mencionado na matéria, “2012- A Pergunta que não quer Calar”, o dia 21/12/12 já poderá encontrar o mundo que conhecemos completamente modificado. E, esperamos rezando,... que seja para melhor!


*Quando escrevi essas tendências planetárias, no final de 2011, não lembrei da RIO+20, que aconteceria justo no mês de junho, quando as comunicações estiveram realmente no auge e em alta e, cuja intenção foi extremamente positiva, muito embora os resultados deixassem muito a desejar, provocando protestos, felizmente pacíficos.

 
Compartilhe!

Esse vídeo no Youtube, Antiga Sabedoria para um Novo Tempo,  mostra algumas mudanças de paradígmas que já estão ocorrendo no planeta:
https://www.youtube.com/watch?v=DjVS6PZ4b4g