Companheiro

SOBRE OS LIVROS

Depois da recente obra, FLORAIS DE BACH NO RESGATE DA AUTOESTIMA, mais um livro foi editado, NUMEROLOGIA CÁRMICA NO 3º MILÊNIO. Ambos estão à venda na loja virtual da Editora PerSe 2.0. Veja as sinopses nos banners ao lado...

Anny Luz

Este blog é neutro em carbono.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

VEM AÍ O GRANDE CICLO DE SATURNO

Segundo a tradição astrológica e ocultista, cuja origem se perde nos tempos remotos, a cada 36 anos, o planeta é governado por um determinado astro do nosso sistema solar. Suas características exercem papel relevante durante cada um desses ciclos.
Desde 1981 estamos sob o domínio do Sol, portanto, 2016 é um ano chave, que, além de encerrar todo um ciclo planetário de 36 anos, é um ano nove pela numerologia, número que também indica o final de um ciclo.

Todo o final de ciclo traz transições difíceis, tanto para o planeta e a coletividade quanto para cada indivíduo em particular.
Durante a regência do Sol, nos últimos 36 anos, o egocentrismo, a necessidade de marcar presença no mundo a qualquer preço, têm permeado as nossas consciências.
O Sol é o centro do nosso sistema planetário. Ele dá a vida, mas também cega e queima. Em vez de desenvolvermos uma autoestima consciente e equilibrada, nos tornamos crianças mimadas, que se ofendem por qualquer contrariedade, e isso tem gerado muitas guerras e conflitos.

Nunca antes se ouviu tanto a palavra Eu..., meus direitos, meus desejos, minhas necessidades, minhas opiniões...
A sexualidade precoce e o culto ao corpo e à beleza física assumiram proporções alarmantes.
As selfies, publicadas nas redes sociais são um exemplo contundente desse período.
Além disso, predominaram também, o orgulho, a ostentação, o abuso de poder, egoísmo, esnobismo, presunção, ambição exagerada e o autoritarismo.

Claro que o ciclo solar não se resumiu apenas às características negativas. Tivemos muitas conquistas positivas no aspecto pessoal, aprendemos a nos valorizar mais como pessoas, independentemente da cor da pele, da raça, do sexo e do lugar pessoal na escala social. Aprendemos a cuidar mais e melhor de nós mesmos e a nos respeitar mais como indivíduos, a não engolir tantos sapos, a nos posicionarmos mais pelo que somos e temos capacidade de ser, criar e realizar.

Mas para estar verdadeiramente alinhados na sintonia das qualidades solares, nesses últimos 36 anos, deveríamos ter desenvolvido mais a Vontade consciente, o poder de decisão, em vez da acomodação, a conquista da própria identidade, autoconfiança e amor próprio, além de expressar melhor a energia criativa.
A claridade solar trouxe também a necessidade do autoconhecimento e da autotransformação. .
A autenticidade e a transparência pessoal ou coletiva deveriam ter sido e continuarão a ser, cada vez mais, uma prioridade no mundo em que vivemos. Assim estaríamos mais preparados para o que está por vir.

Aqueles que violaram completamente as regras de ouro das qualidades solares, já estão começando a colher os frutos amargos do seu plantio, pois o tempo está se esgotando rapidamente e a energia de Saturno já está se fazendo sentir.
Em 2016 fomos desafiados também a nos desapegarmos de tudo que não fosse essencial, para podermos enfrentar melhor esse próximo ciclo.
A partir de agora, ser fiel às nossas escolhas pessoais e trazer à Luz o que está obscuro em nós, deve ser prioridade absoluta.

Saturno vem aí!
Em 2017 chega Saturno e começa a colocar os limites necessários em tudo o que se desviou da direção correta. A numerologia, através do número um, também indica o início de um novo ciclo.
Veremos um movimento radicalmente oposto às características solares: A dissolução do ego.
É hora de nos recolhermos à nossa insignificância e pararmos com essa banalidade vaidosa e vulgar do culto à persona.
A obrigação de mostrar uma falsa felicidade, de ser “o cara”, de se destacar a todo o custo, estará em baixa para dar lugar a mais seriedade, mais cooperação, competência, honestidade e transparência.
Na mitologia, Saturno ou Cronos, é o poderoso Titã, senhor do tempo, filho de Gaia, a deusa Terra.
Na astrologia, rege o signo de Capricórnio e representa a seriedade, a maturidade e a prosperidade, através do trabalho honesto, incansável e eficiente. Pelo seu rigor era conhecido antigamente como o “grande maléfico”, mas na verdade é o grande professor cósmico.
A força de Saturno tem o papel de restringir, limitar e reprimir as ações dos filhos da Terra, pois para que aja crescimento emocional, amadurecimento e sabedoria, às vezes, é necessário parar e aprender a introspecção, a reserva e a observação de si mesmo.  

Este novo ciclo, que está prestes a iniciar em 2017 promete ser duro com os que não seguirem essas regras. Serão muitos testes com os governantes corruptos e enganadores. Deles e de todos nós, será exigido mais respeito, honestidade, seriedade, responsabilidade moral e ética.
A farra do vale tudo, desde que se leve vantagem, tende a ir desaparecendo.

Este poderoso titã, não brinca em serviço e será nosso Mestre zen nos próximos 36 anos.

Em vez de nos assustarmos com isso, devemos celebrar e dar-lhe as boas vindas, pois essa mão de ferro proporcionará, aos que tiverem abertura para entender, uma boa dose de amadurecimento, sabedoria, honestidade e transparência.
Se fizermos a nossa parte, teremos como recompensa a nossa consciência expandida, de acordo com a realidade dos fatos que nos rodeiam.
Receberemos todas as bênçãos que decorrem de um posicionamento mais sábio, maduro e responsável. Desenvolveremos a capacidade de perseverar em nossas metas e objetivos de vida, com maestria, determinação e coragem, doa a quem doer.

Então é isso, pessoal, o ciclo de Saturno nos convida a muitas reflexões, estruturação de ideias, disciplina e comprometimento.

Vamos arregaçar as mangas e resolver as pendências, em todos os aspectos da nossa vida, com propósitos definidos e estratégias inteligentes.
Organizar melhor a vida pessoal e profissional, curtir a vida de forma mais consciente e prazerosa, amar mais a si mesmo e as pessoas a nossa volta.

Quem tiver alguma regência de Saturno em seu mapa astral ou quem já faz um esforço consciente em direção à autotransformação, estará naturalmente em sintonia com essa energia e receberá maior proteção desse poderoso senhor dos anéis.
Para quem for do tipo, “deixa como está para ver como fica” e continuar se comportando como criança mimada, muitos conflitos ainda virão e as pancadas serão cada vez mais dolorosas.



PS – Não esqueçam que, nenhuma regência planetária começa na entrada do ano novo gregoriano, mas sim no ano novo astrológico, que inicia no solstício de outono, com a entrada do Sol em Áries, entre 20 e 21 de março de cada ano.
Nessa ocasião, podemos traçar o mapa do ano, para ver o que vai predominar, além do ciclo de Saturno. Posso escrever mais sobre o assunto, oportunamente.

Desejo Boas Festas à todos e que o nosso grande mestre cósmico seja muito bem vindo!


 Anny Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário