Companheiro

SOBRE OS LIVROS

Depois da recente obra, FLORAIS DE BACH NO RESGATE DA AUTOESTIMA, mais um livro foi editado, NUMEROLOGIA CÁRMICA NO 3º MILÊNIO. Ambos estão à venda na loja virtual da Editora PerSe 2.0. Veja as sinopses nos banners ao lado...

Anny Luz

Este blog é neutro em carbono.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

-O MITO DA CAVERNA


O que se poderia desejar de mais maravilhoso para esse tão esperado ano de 2012, do que a libertação do Mito da Caverna?

O Mito da Caverna foi narrado por Platão no livro VII do Republica e é sem dúvida,  uma das mais poderosas metáforas filosóficas para descrever a situação geral em que se encontra a humanidade, desde a visão de Platão há quase 2.500anos atrás.
Para o iluminado filósofo, estamos todos condenados a ver sombras a nossa frente e tomá-las como realidades verdadeiras.
Essa poderosa crítica à condição humana, inspirou e ainda inspira inúmeras reflexões filosóficas pelos tempos a fora. Como a obra de José Saramago, A Caverna,  e o livro, Convite à Filosofia de Marilena Chaui.

O Livro VII de A República, é formado por um diálogo entre Sócrates e Glauco, escrito no séc. lV a.C. Platão viu a maioria da humanidade condenada a uma infeliz condição e imaginou  uma alegoria para descrever essa impressionante limitação em que a maioria da humanidade se encontra até hoje.
Ele imaginou todos presos desde a infância numa caverna, imobilizados, obrigados pelas correntes que os atavam a olharem somente para o fundo da caverna. Nesse fundo havia um muro até a altura dos olhos, que, pela escassa iluminação que vinha da entrada da caverna, projetava sombra dos mais variados objetos, pessoas e animais,  carregados pelos prisioneiros que lá viviam. Eles acreditavam que as imagens fantasmagóricas que apareciam diante dos seus olhos (que Platão chamou de ídolos) eram verdadeiras, tomando o espectro pela realidade. A sua existência era pois inteiramente dominada pela ignorância.
Seguindo com sua narrativa, Platão sugere que, se por um acaso, alguém resolvesse libertar um daqueles pobres seres limitados da sua pesarosa ignorância e o levasse, ainda que arrastado para longe daquela caverna, o que poderia lhe acontecer, então?
Num primeiro momento, chegando ao lado de fora, ele nada enxergaria, ofuscado pela extrema luminosidade do Sol exuberante, que representa a Luz da Consciência Superior.
Mas depois de aclimatado, ele iria desvendando aos poucos, como alguém que lentamente recuperasse a visão, as manchas, as imagens, e, finalmente, uma outra realidade povoada de   maravilhas inimagináveis para ele. Ainda estupefato, ele se depararia com a existência de um outro mundo, totalmente oposto ao do subterrâneo em que fora criado. O universo da ciência do conhecimento e do autoconhecimento, (gnose, logosofia,noética, episteme)  se escancararia perante ele, que poderia então vislumbrar e embevecer-se com o mundo real,  da Luz e das formas perfeitas. 
No diálogo final entre Sócrates e Glauco, eis a conclusão de Sócrates:Agora, meu caro Glauco, é preciso aplicar, ponto por ponto, esta imagem ao que dissemos atrás e comparar o mundo que nos cerca com a vida da prisão na caverna, e a luz do fogo que a ilumina com a força do Sol. Quanto a mim, a minha opinião é esta: no mundo inteligível, a idéia do bem é a última a ser apreendida, e com dificuldade, mas não se pode apreendê-la sem concluir que ela é a causa de tudo o que de reto e belo existe em todas as coisas; no mundo visível, ela engendrou a luz; no mundo inteligível, é ela que é soberana e dispensa a verdade e a inteligência; mas é preciso vê-la para se comportar com sabedoria na vida particular e na vida pública.”
(Platão. A República. Livro VII)

Ou seja, pela lógica do nosso mundo inteligível, as sombras projetadas são a única verdade existente, mas só a Luz do mundo visível mostra a verdadeira realidade.

Desejo que o ano de 2012 possa nos libertar da escuridão cavernosa da ignorância e trazer a Luz da Verdade e do Conhecimento Maior a cada um de nós e a toda a humanidade!!!


Compartilhe!

3 comentários:

  1. Anny, que mensagem boa para se começar o Ano Novo! Obrigada!Feliz Ano Novo 2012 para você também!

    ResponderExcluir
  2. Amém, Anny! Depende de cada um querer, não é mesmo? Eu queeeeeero!! Bjs e que venha o 2012!

    ResponderExcluir
  3. É bom, né?...Pensar que essa pode ser a grande mudança prevista para 2012! Tomara que seja e os anjos digam Amém!...bjs

    ResponderExcluir